Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


metendo o dedo na ferida

por oBomIdiota, em 07.10.16

e após mais uma palhaçada iniciada por taxistas - vá-se lá saber se com o apadrinhamento da ANTRAL ou não -, e sim, falo do grupo de facebook "Táxis de Portugal", cada vez mais defendo que a serem proibidos e criminalizados eram os taxistas e não sistemas de transporte individual e/ou coletivo como a Uber ou a Cabify.

 

pessoas que admitem que é necessário recorrer à violência e que chamam, à boca cheia, de "cobardes" aos colegas que, muitos deles infelizmente não se podem dar a grandes luxos de protestos e paralisações porque têm bocas em casa para alimentar, são pessoas que não merecem desenvolver nenhum tipo de atividade que tenha contacto com serviço, de certa forma, público em geral.

 

são seres tristes que ainda vivem agarrados aos estigmas dos anos 80, de uma sociedade portuguesa tacanha e info excluída, cuja referência máxima é o taxista toni da maria rueff, e cujos assuntos primordiais do quotidiano continuam a ser as discussões com os fregueses, que nem os querem aturar porque já estão carregados com os seus problemas diários, acerca daquele fora de jogo que o bandeirinha não assinalou e roubou mais um golo ao Benfica.

 

isto tudo, enquanto toca baixinho a cassete do graciano saga, ao som do qual a virgem do terço pendurado no retrovisor vai bailando, enquanto os clientes esforçam-se por manter a serenidade naqueles bancos em pele artificial cheia de remendos e cheiro a naftalina num mercedes bege de mil novecentos e troca o passo numa viagem do aeroporto a alvalade, que em vez de cinco minutos, demora duas horas e meia porque o taxista pensa que somos lorpas de vila velha de ródão e que não conhecemos nada.

 

não meus senhores, os únicos anafados, analfabetos, info excluidos, inergúmenos e autênticos dejetos putrefactos desta sociedade atual são vocês que vão ao volante e que pensam que os radialistas da TSF davam um melhor governo executivo do que qualquer um de esquerda ou direita.

 

muita vergonha alheia por vocês todos.

 

e vou-me que tenho um Uber ali à minha espera.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D